Poesia Vaginal: Cem Sonnettos Sacanas (Glauco Mattoso)

Poesia Vaginal: Cem Sonnettos Sacanas (Glauco Mattoso)
R$44,90
3x de R$14,97 sem juros
Ver detalhes das parcelas
Cálculo de frete:
Formato:13 x 21 cm
Páginas:232
Editora:Hedra
Idioma:português
País de Origem:Brasil

Poesia vaginal – cem sonnettos sacanas, de Glauco Mattoso, possui, nas palavras do próprio (e em sua grafia particular) “o differencial e o ineditismo [em relação às outras seleções da minha obra] de sahir de uma tara especifica e incluir todos os temas do pornô classico”. Ou seja, tudo o que se imagina que se faz na cama – e muito do que não se imagina...
Glauco Mattoso é um dos mais importantes poetas brasileiros contemporâneos, celebrado por sua ousadia e inventividade por nomes como Caetano Veloso, Paulo Leminski, Millôr Fernandes, Augusto de Campos, Décio Pignatari, Tom Zé, entre outros. A partir dos anos 1990, renovou o soneto em português, na linhagem de Vinícius de Moraes (que levou o coloquial para a forma fixa). Mas com outra linguagem: em vez do romantismo de poemas como “Soneto de fidelidade”, os de Glauco Mattoso são sonetos de fodelidade.
Na longa tradição da poesia pornoerótica, o realismo cru, a abordagem variada e a expressão precisa criam a moldura em que as mais profundas experiências humanas se exibem sem qualquer pudor. Mas com muito humor.
(sinopse da editora)